Florença inteira é um monumento da Renascença. Dante, Petrarca e Machiavelli foram os grandes escritores da cidade e as famosas pinturas e esculturas foram feitas por artistas como Botticelli, Michelangelo e Donatello. Florença é uma cidade da arte e cultura!

 

 Davi, de Michelangelo, na Galleria dell'Accademia

Davi, de Michelangelo, na Galleria dell’Accademia

 

 

Florença era uma colônia romana em 59 a.C. A cidade foi tomada pelos Longobardos no século VI e no começo da Idade Média, ela já era uma cidade independente. No século XIII a cidade cresceu muito por causa de seu comércio de lã e roupas e também por causa de sua economia. Sendo assim, Florença virou uma das cidades mais poderosas da Itália.

Ao longo do tempo, o governo de Florença ficou cada vez mais nas mãos de famílias poderosas, como por exemplo os Medici, que governaram a cidade por 3 séculos. Durante essa época, Florença virou um centro cultural da Europa.

Depois da morte do último Medici, Gian Gastone em 1737, a Áustria tomou Florença e depois também Napoleão, até 1861 quando a Itália foi reunificada. Entre 1865 e 1871 Florença foi a capital do Reino da Itália.

Florença. Foto: ascsport.it

Florença. Foto: ascsport.it

 

A parte antiga da cidade é linda e a maioria das atrações podem ser feitas a pé.

Durante a Renascença, Florença foi reconstruída, mas a parte leste da cidade antiga ainda preservou o charme da Idade Média, com seu belos prédios, igrejas e monumentos, além da maravilhosa Ponte Vecchio, o cartão postal da cidade.

O que visitar?

Os museus… um mais maravilhoso que o outro, como por exemplo, a Galeria Uffizi que é um dos museus mais famosos do mundo. Suas coleções extraordinárias de pinturas e estátuas antigas são a principal atração turística de Florença; ou a extraordinária Galleria dell’Accademia; famosa por abrigar a imagem mais famosa do Renascimento, o original Davi, de Michelangelo. Há muitos outros museus importantes e imperdíveis na cidade.

A impressionante Chiesa di Santa Maria Del Fiore, o Duomo, é uma das mais populares atrações turísticas da cidade. Ela domina a Piazza del Duomo, que também inclui o Batistério e a torre Campanile de Giotto. O Campanile di Giotto, com 85 metros de altura, está entre os maiores testemunhos da arquitetura gótica florentina do século XIII. A catedral foi construída entre 1296 e 1436.

 

Florença e suas atrações

Florença e suas atrações

 

O Palácio Pitti foi construído na segunda metade do XV por Luca Pitti, rico comerciante florentino, em 1440. Hoje a imponente construção abriga um conjunto de museus.

O mais famoso cartão-postal de Florença, a Ponte Vecchio, é outra imperdível atração. Esta maravilhosa ponte foi construída em 1345 e, primeiramente, abrigou lojas de peixeiros e açougueiros. Hoje, está “recheada” de lojas de jóias em ouro tentadoras.

A Piazza della Signoria é o museu a céu aberto de Florença. Lá estão cópias de esculturas impressionantes do Renascimento, como a do duque de Médici no seu cavalo, de Giambologna; a fonte de Netuno, de Ammannati; Il Marzocco, de Donatello; a estátua de Hércules, de Bandinelli; estátua Perseu, de Cellini e a cópia do Davi, de Michelangelo.

Nesta praça sugiro o restaurante Il Bargello, divino; ou experimentar o melhor chocolate quente da Itália no Caffe Rivoire.

Não perca ver o pôr do sol em um dos barcos chamados “Renaioli”, que transportavam mercadorias pelo Rio Arno, é um ótimo passeio.

Os barcos passam pelas principais atrações da cidade, e o passeio dura 1:45.

Florença tem dezenas e dezenas de atrações para pelo menos 5 dias na cidade. Não perca!

Florença e suas atrações

Florença e suas atrações

 

Foto da capa: ascsport.it

 

Mais sobre a Itália, suas cidades e suas atrações, veja aqui.

Loja do Por que não? Travels com roteiros e guias à venda, veja aqui.

Roteiros personalizados para toda a Europa, clique aqui.

Curta a página do Por que não? Travels no Facebook clicando aqui.

Veja as fotos do Por que não? Travels no Instagram.

Siga as informações do Por que não? Travels no Twitter, @alemanhapqnao.

Para ver hotéis em Florença, entre aqui.