A cidade de Genebra tem cerca de 193 000 habitantes e está localizada na fronteira com a França.

Genebra foi desde o século IX propriedade do Império Romano e depois foi governada por Savóia. Somente em 1536 ela obteve a sua independência.

No séc. XVI a cidade ficou muito famosa pelo seu comércio. Com a chegada de Johann Calvin, ela também virou um dos centros da Reforma e era chamada de Roma para os Protestantes.

Depois de sua independência a cidade se tornou uma república, até que em 1798, a cidade foi tomada pela França, que a ocupou até 1813. Em 1815 a cidade passou a pertencer à Suíça.

Hoje, Genebra é a sede de várias organizações internacionais e é a “capital” da diplomacia. Lá se encontra também o CERN, o Centro Europeu de Pesquisas Nucleares, um dos centros de ciências mais modernos do mundo.

 Genebra3

Genebra é a segunda maior cidade da Suíça, tem perto de 50 parques e jardins, e ainda assim, uma distinta atmosfera cosmopolita a faz irresistível. A cidade é também conhecida como um importante centro financeiro e por ser a metrópole dos relógios, além de ser sede da Cruz Vermelha. Um emocionante museu conta a sua história.

Há lugares maravilhosos para se ver em Genebra desde seu centro histórico até o Jet d’Eau, símbolo marcante da cidade, um jato d’água na confluência do rio Ródano com o Lago de Genebra. O chafariz é visível de longe e alcança uma altura de até 140 metros. A beleza do lago convida para a prática de esportes náuticos, como a vela ou o esqui aquático.

Genebra5

Eu e o Jet d’Eau

 

Passeie pela histórica Cidade Velha de Genebra, a Altstadt, ela está situada em uma colina na margem esquerda do rio Ródano. A praça da cidade “Bourg-de-Four” está em seu centro. Esta é a praça mais antiga no centro de Genebra, ela fica em volta de uma linda fonte construída no século XVIII. Ali há muitas lojas de antiguidades e bistrôs.

No lado leste da praça Bourg-de-Four está o Palácio da Justiça. Ele foi originalmente um monastério, que mais tarde foi transformado em um hospital. Desde meados do século XIX é a sede da Justiça de Genebra.

A “Grand Rue” é uma zona de pedestres que é ladeada por edifícios de pedra calcária. O filósofo Jean-Jacques Rousseau nasceu na casa de número 40 desta rua, hoje o local abriga um museu.

A Catedral de Saint Pierre fica no topo da colina em que a Cidade Velha está localizada. A Catedral foi a sede do antigo bispo de Genebra.

As fundações do edifício atual datam do ano de 1160, entretanto vestígios de edifícios mais antigos, da igreja do século IV, também foram descobertas. Visite as escavações no subsolo da catedral. Impressionantes.

Suba também a torre da catedral e se deslumbre com uma vista da cidade impressionante.

Outra linda atração da cidade é o L’Horloge Fleurie” ou “relógio de flores”, que foi criado em 1955 como um símbolo dos relojoeiros da cidade e dedicação à natureza. Com o seu diâmetro de 5 metros, o maior de seu tipo no mundo, até a instalação de um relógio de flores de 15 metros em Teerã,  em  2005.

Normalmente ele tem cerca de 6.500 flores e arbustos. A decoração é alterada cada vez que as estações do ano mudam.

???????????????????????????????

Marcelo em frente da Catedral de Saint Pierre

???????????????????????????????

A Catedral de Saint Pierre

Genebra11

Casa de Jean-Jacques Rousseau

Genebra10

Grand Rue

Genebra12

Horloge fleurie

??????????????????????????????? Genebra6

A Place de Neuve é o lugar mais importante da vida cultural de Genebra. Ali está a estátua equestre do general Guillaume-Henri Dufour (1787-1875). Ele foi engenheiro e professor universitário, e fez o mais completo mapa das montanhas suíças, o “Dufour Karte”.

Aos 76 anos, ele foi nomeado para o famoso “Fünfer Komitee”, o “Comitê dos Cinco”, o primeiro projeto para fundar a famosa e importante Cruz Vermelha.

Nesta praça há prédios muito importantes: o Museé Rath, o Grand- Théâtre (Casa da Ópera de Genebra) e a famosa sala de concertos Le Victoria-Hall.

O escritório das Nações Unidas em Genebra (ONU) é o segundo maior dos quatro escritórios das Nações Unidas (após a sede das Nações Unidas em Nova York).

Localizado no Palais des Nations, edifício construído para a Liga das Nações entre 1929 e 1938, e que foi ampliado em 1950 e nos anos 1960.

Além da administração das Nações Unidas, também abriga os escritórios para uma série de programas e fundos tais como a Conferência das Nações Unidas sobre comércio e desenvolvimento (UNCTAD), o escritório para a coordenação de assuntos Humanitários (OCHA) e a Comissão Econômica para a Europa (ECE).

As Nações Unidas e suas agências especializadas, programas e fundos, podem ter outros escritórios ou funções hospedadas fora do Palais des Nations, normalmente em espaços de escritório fornecidos pelo governo suíço.

Em frente ao palácio há uma interessante praça onde, no verão, jatos d’agua divertem os visitantes.

Também em frente do palácio está uma cadeira gigante com uma perna quebrada, e que simboliza a luta contra o uso e fabricação de minas.

Do lado oposto do palácio da ONU está o Museu da Cruz Vermelha.

???????????????????????????????

Eu em frente ao prédio das Naçoes Unidas

???????????????????????????????

Museu da Cruz Vermelha

Genebra16 Genebra15 Genebra14 Genebra13

Compras em Genebra é um paraíso. Sugiro a Rue de Rive (maravilhosa). Lá você encontrará grandes lojas de departamento, lojas de relógios suíços, e lojas de chocolates.

Mas também tem as rue de Basses, rue du Rhône, rue de la Confédération, du Marché, de la Croix-d’Or e rue du Mont Blanc. Uma loucura!

 

Mais sobre as cidades e atrações da Suíça, veja aqui.

Roteiros personalizados para toda a Europa, clique aqui.

Curta a página do Alemanha! Por que não? no Facebook clicando aqui.

Veja as fotos do Alemanha! Por que não? no Instagram.

Siga as informações do Alemanha! Por que não? no Twitter, @alemanhapqnao.

Booking.com