Praga, conhecida como Pérola do Oriente, é a capital da República Tcheca. Com o seu complexo de edifícios e centro histórico declarados como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO, museus, galerias, castelos e espetáculos de música clássica e tradicionais nos dá todas as oportunidades para nos apaixonar por ela.

Praga parece uma cidade de contos de fadas, cheia de ruazinhas românticas que mais parecem obras de arte e com muitas torres pontiagudas. A cidade conserva todo o esplendor da sua época gótica e barroca, apesar de ter passado pela II Guerra Mundial e pelos 40 anos de comunismo. Praga é agora uma capital europeia, cheia de turistas que apreciam as suas belezas e voltam para casa com recordações para a vida toda.

Praga24

Praga

História

A cidade de Praga foi fundada oficialmente no final do século IX quando foi construído um castelo. Foi a primeira capital da Boêmia.

Depois, a cidade passou para as mãos dos Habsburgo durante o século XVI, e converteu-se na capital de uma das províncias austríacas.

No século XVII, Fernando II o Católico, toma o poder da cidade, o que não agradou aos boêmios protestantes. A consequência foi a Guerra dos 30 Anos, que devastou a toda a Europa Central, e matou mais da metade da população da época nestas regiões.

Mais tarde, nos séculos XVII e XIX, Praga tornou-se uma cidade próspera, com um crescimento importante. Construíram-se igrejas, palácios, teatros, edifícios públicos, museus, etc… Muitos deles com influência barroca.

Até o século XIX a cidade estava sob o domínio Austro-Húngaro.

Em 1918, depois da I Guerra Mundial, ocorre a Independência da Checoslováquia e Praga foi nomeada capital do país.

Durante a II Guerra Mundial escreveram-se páginas negras na história desta cidade, é o momento em que Hitler invade o país, massacra os judeus, e para completar tanta desgraça, os americanos bombardeiam por engano a cidade.

A cidade foi libertada pelos soviéticos, e o país aliou-se ao bloco do leste, tornando-se um dos países do bloco comunista.

Como a população tcheca ansiava pela liberdade, livre de qualquer ditadura, aconteceu em 1968 a Primavera de Praga.

Em 1989, chegou ao fim o comunismo e o socialismo no país, com a chamada Revolução de Veludo, uma das mais importantes revoluções de 1989. Depois aconteceu a queda do comunismo definitivamente, e o país, em 1993, dividiu-se em República Tcheca e Eslováquia, uma divisão que foi pacífica. Praga passou então a ser a capital da República Tcheca.

“Praga não deixa a gente ir embora, esta velha tem garras”, como já dizia o escritor Franz Kafka sobre a cidade onde nasceu e viveu a maior parte de seus 41 anos. E ele tinha toda razão… Praga é inesquecível!

O que fazer em Praga?

Os pontos turísticos principais estão localizados nos seguintes bairros: Malá Strana (Cidade Baixa), Prazský Hrad (Castelo de Praga) e Hradcany (Bairro do Castelo), assim como a Staré Mésto (Cidade Velha), o Josefov (Bairro Judeu) e a Nové Mésto (Cidade Nova). A cidade é cortada pelo rio Vltava (Moldava).

Além disso, a Fortaleza Vyšehrad é imperdível, assim como o Muro de John Lennon. Assistir a um espetáculo no Teatro Nacional de Marionetes assim como jantar na U Pavouka são populares opções para a noite.

Procurando hotel em Praga? Então confira este link que contém as melhores opções de estadia na capital tcheca!

Praga

Praga

Praga

Praga

Praga

Praga

Praga

Praga

Mais sobre a República Tcheca, suas cidades e suas atrações, veja aqui.

Loja do Por que não? Travels com roteiros e guias à venda, veja aqui.

Roteiros personalizados para toda a Europa, clique aqui.

Curta a página do Por que não? Travels no Facebook clicando aqui.

Veja as fotos do Por que não? Travels no Instagram.

Siga as informações do Por que não? Travels no Twitter, @alemanhapqnao.