Booking.com

 

Saint-Mere-Eglise25 Saint-Mere-Eglise26

Saint-Mère-Église é uma cidadezinha da Normandia, França, fundada no século XI e que tem pouco mais de 1600 habitantes.

A cidade é extremamente turística pois desempenhou um papel muito importante durante o Desembarque da Normandia na Segunda Guerra Mundial. Ela foi palco de sangrentos combates entre as forças de paraquedistas Norte-americanas e o exército alemão.

A cidade ficava bem no meio da rota N13, onde estavam os alemães que fariam um contra-ataque significativo sobre as tropas de desembarque em Utah e praias de Omaha.

Na noite de 05 para 06 de junho de 1944 unidades mistas americanas da 82ª Divisão Aerotransportada e da 101ª Divisão ocuparam a cidade na Operação Netuno (dando-lhe a pretensão de ser uma das primeiras cidades libertadas na invasão).

A cidade foi terrívelmente danificada, muitos prédios e casas estavam em chamas.

Por um erro dos pilotos dos aviões de transporte, os paraquedistas americanos lançaram-se contra a cidade, que em chamas, iluminava o céu, tornando os paraquedistas alvos fáceis para os alemães.

Alguns foram sugados para dentro do fogo. Muitos pendurados em árvores e postes, foram baleados antes que pudessem se soltar.

Um famoso incidente envolveu o paraquedista John Steele, da PIR 505, cujo páraquedas ficou preso na torre da igreja da cidade. Ele ficou pendurado por duas horas, fingindo estar morto, antes que os alemães o descobrissem e o levassem preso.

Steele depois escapou dos alemães e voltou para a sua divisão, quando as tropas do 3 º Batalhão dos EUA  atacou a aldeia, capturando trinta alemães e matando outros onze. O incidente foi retratado no filme The Longest Day (O Mais Longos dos Dias) pelo ator Red Buttons.

Saint-Mère-Église foi a primeira cidade liberada pelos aliados, os combates estenderam-se por muitos dias.

Como celebração da libertação, ainda hoje a torre da Igreja ostenta um manequim vestido com uniforme militar Americano, em homenagem a John Steele.

Saint-Mere-Eglise1 Saint-Mere-Eglise19 Saint-Mere-Eglise20 Saint-Mere-Eglise21 Saint-Mere-Eglise23

Na praça da igreja existe um importante museu sobre as forças aerotransportadas, chamado de “Airborne Museum”, o Museu dos Paraquedistas, que vale a pena ser visitado.

Fonte da pesquisa acima: Wikipédia e Marcelo Meyer.

O museu está alojado em dois modernos edifícios em formato de paraquedas.

O primeiro edifício foi inaugurado em 1964 e leva o nome “Planeur Waco” e abriga um planador Waco em seu estado original, assim como muitas vitrines decoradas com documentos da época, testemunhos, armas, munição, etc.

O segundo prédio abriga um Douglas C-47, avião que participou soltando os paraquedistas e planadores em reboque, no momento do desembarque.
Este prédio também conta toda a história da Operaçao Netuno e os ataques na cidade, além é claro, tudo sobre paraquedismo durante a guerra.

Suas coleções foram doados pela população da cidade e pelos veteranos e suas famílias, como documentos, roupas, fotos, tudo original.

Uma homenagem especial ao paraquedista John Steele pode ser vista neste museu.

Horários

De fevereiro até final de março das 10:00-17:00;

De abril até final de setembro das 09:00-18:45;

De outubro até final de dezembro das 10:00-17:00;

O museu está fechado nos dias 24, 25 e 31/12 e todo o mês de janeiro.

Ingressos

Adultos: 7,00 euros (se você tiver o Normandie Pass, paga 6,00 euros)

Crianças e jovens entre 6 a 16 anos: 4,00 euros.

Endereço

O museu fica na 14 rue Eisenhower

50480 Saint-Mère-Église

France

Mais sobre o museu aqui.

Saint-Mere-Eglise2Saint-Mere-Eglise3 Saint-Mere-Eglise4 Saint-Mere-Eglise6 Saint-Mere-Eglise7 Saint-Mere-Eglise8 Saint-Mere-Eglise9 Saint-Mere-Eglise10 Saint-Mere-Eglise11 Saint-Mere-Eglise12 Saint-Mere-Eglise13 Saint-Mere-Eglise14 Saint-Mere-Eglise15 Saint-Mere-Eglise16 Saint-Mere-Eglise17 Saint-Mere-Eglise18 Saint-Mere-Eglise22Mais sobre a França, suas cidades e atrações, clique aqui.

Roteiros personalizados para toda a Europa, clique aqui.