Booking.com

 

weimar177

 

Weimar é famosa pela sua herança cultural. Está localizada no estado da Turíngia, ao norte de Floresta da Turíngia, uma região maravilhosa da Alemanha.

O patrimônio cultural de Weimar é muito grande e foi o lugar onde a primeira Constituição Democrática da Alemanha foi assinada após a Primeira Guerra Mundial, dando o seu nome para o período de República de Weimar na política alemã, de 1918–1933.

No entanto, a cidade era também o ponto focal do Iluminismo alemão, e casa dos principais personagens do gênero literário do classicismo de Weimar, os escritores Goethe e Schiller.

O músico Carl Philipp Emanuel Bach nasceu em Weimar. A cidade também foi o berço do movimento Bauhaus, fundado em 1919 por Walter Gropius, com artistas como Wassily Kandinsky, Paul Klee, Oskar Schlemmer e Lyonel Feininger ensinando na escola Bauhaus de Weimar. Há um interessante museu dedicado a este movimento, onde são apresentadas cerca de 250 obras de arte de professores e alunos das principais escolas de artes.

Muitos lugares no centro da cidade foram designados como Patrimônio Mundial da UNESCO. A cidade é belíssima e a maioria das atrações turísticas da cidade estão concentradas perto de seu centro histórico. Sugiro fazer tudo a pé e aproveitar para caminhar na rua de pedestres da cidade, ela é toda coberta por árvores.

 

weimar3

weimar6

weimar7

weimar11

weimar14

 

Não deixe de visitar o imponente e impressionante Palácio da cidade com seu lindo parque em volta (que é o parque da cidade), e seu museu. O Palácio é um Patrimônio Mundial da UNESCO e tem mais de 500 anos.

No parque da cidade há muitas atrações, entre elas um cemitério soviético da Segunda Guerra Mundial e uma caverna que mostra a formação geológica da região. Durante a Segunda Guerra Mundial, esta caverna foi um abrigo anti-aéreo.

O palácio ducal é lindo. Dentro há pinturas originais de Cranach e de Peter Paul Rubens.

Situado na margem do rio Ilm, o Palácio foi originalmente construído no local de um antigo castelo com fosso, mencionado pela primeira vez em documentos que datam do final do século X.

Após um incêndio que destruiu partes do castelo em 1424 e novamente em meados do século XVI, foi extensivamente redesenhado quando Weimar tornou-se a residência permanente da família ducal.

Depois de mais um incêndio em 1618, o arquiteto italiano Giovanni Bonalino foi contratado para iniciar a reconstrução em 1619. A capela do castelo, onde Johann Sebastian Bach trabalhou mais tarde entre 1708-1717, foi concluída em 1630.

Os destaques do interior clássico do castelo são a escadaria e o salão de baile, imperdível, mas infelizmente proibido tirar fotos.

 

Weimar166

weimar15

weimar16

 

Outra maravilhosa visita é na Prefeitura de Weimar que está localizada no centro da cidade. O edifício de três andares em estilo neogótico, com uma torre do sino é um dos marcos da cidade de Weimar.

Ela foi construída em 1396, mas devido ao grande incêndio que a cidade sofreu em 1424, ela só foi reformada em 1583, em estilo Renascentista.

Em 1841 o prédio foi reconstruído em estilo neogótico.

No salão de entrada ergue-se a escultura “Deusa Primavera”, belíssima. Antes, neste salão, estava a estátua de Netuno, mas esta foi colocada do lado de fora da prefeitura.

Em 1987, a torre recebeu um carrilhão de porcelana de Meissen. Um total de 35 sinos podem ser ouvidos quatro vezes por dia, às 10:00, 12:00, 15:00 e 17:00, e entre meados de junho a novembro também às 18:00

E para completar seu passeio por Weimar, não deixe de visitar a Deutsches Nationaltheater e o Goethe NationalMuseum.

O Deutsches Nationaltheater é o mais importante teatro em Weimar. O edifício neoclássico foi construído em 1906 com projeto de Heilmann e Littmann.

Neste teatro já se apresentaram muitos maestros famosos entre eles: Franz Liszt e Richard Strauss.

Em frente ao teatro está o monumento a Goethe e a Schiller, super fotografado pelos turistas. Este monumento foi feito pelo escultor Ernst Rietschel, em 1857.

A casa onde está abrigada o Goethe NationalMuseum foi onde Goethe escreveu sua obra mais famosa, Fausto.

O museu expõe artigos ligados a Goethe e a outros autores do Iluminismo de Weimar. Vale a pena.

 

weimar5

 

 As fontes de Weimar

Há mais de 20 fontes no centro de Weimar. Elas foram concebidas como poços de água corrente, que eram alimentados por fontes naturais durante o ano inteiro.

Algumas fontes em Weimar que merecem uma visita:

Gänsemännchenbrunnen (Fonte do Homenzinho dos Gansos): é uma cópia de uma fonte que tem em Nuremberg; fica na Schillerstrasse.

Goethebrunnen: este foi o primeiro chafariz de ferro fundido de Weimar; fica na Frauenplan.

Neptunbrunnen, feita em 1570 é a fonte mais antiga de Weimar; fica na Markt.

Donndorfbrunnen: Adolf Donndorf nasceu em Weimar, o filho de um marceneiro. A partir de 1853 ele era um estudante de Ernst Rietschel em Dresden. A Fonte Donndorf baseia-se na fonte James em New York. Esta peça ornamentada por Adolf Donndorf (1835-1916) foi copiada várias vezes pelo próprio escultor – um exemplo está em Weimar. Fica na Rittergasse.

Löwenbrunnen: a Fonte de Leão é a fonte mais alta e grandiosa de Weimar; na Am Graben.

Ildefonso-Brunnen: é a fonte mais clássica de Weimar. A escultura é cópia do Grupo St. Ildefonso, em mármore, que data do século I, que está em exposição em Madri.

Goethe mandou fazer esta cópia para os jardins de sua casa e ela foi movida para a sua posição atual em 1824. Fica na Burgplatz.

 

weimar4

weimar13

 

Mais sobre a Alemanha, suas cidades e suas atrações, veja aqui.

Loja do Por que não? Travels com roteiros e guias à venda, veja aqui.

Roteiros personalizados para toda a Europa, clique aqui.

Curta a página do Por que não? Travels no Facebook clicando aqui.

Veja as fotos do Por que não? Travels no Instagram.

Siga as informações do Por que não? Travels no Twitter, @alemanhapqnao.

Thalys_ Image Banner 728 x 90