Eurostar_ Image Banner 728 x 90

 

leipzig23

 

Comemorações do bicentenário da Batalha das Nações e do centenário do Monumento à Batalha das Nações será o grande evento de 2013 na cidade de Leipzig.

A batalha travada contra as tropas de Napoleão pelos exércitos aliados, está comemorando 200 anos esta semana e para comemorar, a cidade de Leipzing está com uma série de programações culturais para lembrar a data. Os festejos serão conhecidos como o” Festival do Povo “. O Presidente do Parlamento Europeu, Martin Schulz,  patrono desde duplo aniversário, fará um discurso sobre a prosperidade e paz na Europa.

O cenário principal para as comemorações é o  Völkerschlachtdenkmal, o Monumento à Batalha das Nações. É um dos monumentos históricos mais famosos da Europa.

Foi inaugurado em 18 de outubro de 1913, por ocasião do 100º aniversário da Batalha das Nações como um memorial para a paz e cobre uma área de 80.000 m2, incluindo seus fundamentos externos. A plataforma de observação a uma altura de mais de 90 m oferece uma vista soberba sobre o centro da cidade de Leipzig e os arredores. Impressionante!!!

No dia 19/10, o Monumento estará aberto com entrada grátis para todos. Neste dia, várias apresentações serão exibidas, entre elas, o sensacional coro do Mosteiro Russo de Sretensky, uma vez que a Russia foi uma das nações que lutaram contra Napoleão.

Além do coro russo, várias apresentações de artistas de várias áreas culturais, oração ecumênica na igreja russa, encenações da batalha histórica , este ano, com 5.000 participantes de toda a Europa, e o ponto alto da festa, um impressionante show de luzes projetado pelo artista  Lyon Philippe Moristvan estão no programa.

Se você está em Leipzig esta semana, não perca!

Fonte do texto: http://www.leipzig.de

 

O que foi a Batalha das Nações?

A Batalha das Nações foi o momento decisivo na luta de libertação da Europa contra a França, pois foi quando Napoleão perdeu a maior parte de seu exército, e o forçou a bater em retirada da Alemanha.

A Batalha durou quatro dias, e lutaram contra os franceses os exércitos da Prússia, Rússia, Suécia e Áustria. Durante os quatro dias foram mortos quase 100.000 soldados, dos 600.000 que participaram; foi a maior batalha da história, até a Primeira Guerra Mundial.

Após a derrota, Napoleão fugiu para a França, cruzando o Reno no início de novembro de 1813, onde foi preso, e depois enviado ao exílio na ilha de Elba. O francês ainda voltaria ao poder em 1815, após fugir de Elba, e seria derrotado definitivamente em Waterloo, na Bélgica.

 

Leipzig 229

 

 

 Leipzig45

Booking.com