Worms é uma das cidades mais antigas da Alemanha, e fica a 70km de Frankfurt. Mais um passeio imperdível! A cidade foi fundada pelos celtas que a chamaram de Borbetomagus, e hoje, a cidade é um centro industrial e também conhecida pelo seu vinho, chamado Liebfraumilch (Leite de Nossa Senhora).

Worms também é famosa pela reforma protestante de Martin Luther conhecida como  a “Dieta Imperial “em Worms, em 1521, com isso abrindo um novo capítulo na história do mundo. Sua permanência criou uma atenção especial da reforma da cidade. Mas Worms permaneceu uma cidade de muitas religiões: luteranos, católicos, judeus e reformistas.

Worms é um dos principais locais onde as histórias dos Nibelungos aconteceram.

A Canção dos Nibelungos é um conto épico alemão, e está constituída por duas partes. A primeira parte descreve a viagem de Siegfried (o herói da história) à terra dos burgúndios, o amor de Siegfried e Kriemhild (Cremilda), a conquista de Brünhild (Brumilda) pelo rei Gunther com a ajuda de Siegfried, o casamento de Siegfried e Kriemhild e a morte de Siegfried por Hagen. A segunda parte narra a vingança de Kriemhild, que se casa em segundas núpcias com Átila, o Huno e atrai os cavaleiros burgundos para uma emboscada na corte huna, o que causa um massacre em que morrem quase todos os protagonistas.

Existem várias adaptações da história, a mais conhecida é o Anel dos Nibelungos, a ópera de Richard Wagner, que é a famosa história do dragão.

A Lenda de Siegfried, o matador de Dragões

Diz a lenda, chamada de Canção dos Nibelungos, que uma vez existiu um rei, que morava na cidade de Xanten (Alemanha), que tinha três filhos.

Os dois filhos mais velhos do rei acabam traindo o pai, forçando o irmão, o jovem príncipe Siegfried, a fugir.

Siegfried é salvo por um ferreiro muito bondoso que o cria como filho. Siegfried se torna um simples ferreiro, ignorando sua verdadeira herança real.

Um dia, os deuses mandam-lhe um sinal de seu destino na forma de um meteorito caído. Ele é levado pelos deuses até ao metal com o qual ele forjará sua espada, e à mulher que será seu amor eterno, Brumilda, a rainha guerreira islandesa.

Siegfried torna-se um grande matador de dragões e se torna herói.

Algum tempo depois, Siegfried vai até ao reino da Burgundia, cuja capital hoje é a cidade de Worms, onde ele ganha a confiança do rei Gunther, que tinha uma bela filha, a princesa Cremilda.

Porém, um poderoso dragão assola o reino de Gunther, e cabe a Siegfried, armado com a espada forjada com o metal dos deuses, matá-lo.

O dragão morava em uma caverna na montanha Drachenfels. Além disso, ele era guardião de um tesouro magnífico, o tesouro dos Nibelungos (Nibelungos é a designação dada, na mitologia germânica, aos possuidores de um tesouro, o anel do Nibelungo. São habitantes do norte gelado de Niflheim, a que estava ligada uma maldição; foi aplicada também aos Burgundos, que, por intermédio de Siegfried, se apoderaram deste tesouro. Fonte deste parágrafo: Wikipédia)

Siegfried mata o dragão depois de muita luta, e para se tornar invencível, banha-se com o sangue do mesmo.

Mas, uma pequena folha de tília fica grudada na nuca de Siegfried, que impede que o sangue do dragão se fixe ali, tornando aquele ponto do seu corpo vulnerável.

Depois disto, Siegfried torna-se o queridinho do rei, a princesa Cremilda está apaixonada por ele, e conquista o respeito de todo o reino.

Acontece que tem um vilão na estória: Hagen, o conselheiro do rei Gunther, ambicioso e feiticeiro, quer o tesouro do dragão que ficou com o nosso herói.

No tesouro que o dragão guardava, havia um anel de ouro que possui uma maldição dos seus legítimos donos, os místicos Nibelungos.

Hagen usa magia negra para fazer Siegfried se apaixonar pela princesa Cremilda e esquecer Brumilda, o amor que os deuses escolheram para ele.

Siegfried se casa com Cremilda, para o desespero de Brumilda.

Triste, Brumilda acaba contando para Hagen seu ponto vulnerável. Hagen mata Siegfried.

A partir daí, muita estória acontece. Cremilda quer vingança pela morte de Siegfried, várias guerras, traições, etc.

A lenda de Siegfried é muito parecida com a do Rei Arthur.

A memória dos Nibelungos é mantida viva em nomes de ruas e monumentos em Worms.

Nao deixe de ver  a Siegfriedbrunnen (a fonte de Siegfried) que foi construída por Adolf von Hildebrand em 1913.

Fime alemão contando a histório do herói, de 1966 Worms

Fime alemão contando a histório do herói, de 1966

 

Worms tem muitas atrações como a Lutherplatz, uma praça linda e arborizada. Ali está um importante monumento, o Lutherdenkmal (Memorial de Luther).

O Memorial foi construído em 1868 e mostra cenas da reforma. Martin Luther defendeu em 1521, na chamada dieta de Worms, sua tese, com o qual começou a reforma religiosa na Alemanha.

É o maior monumento sobre a Reforma do mundo.

O Lutherdenkmal (Memorial de Luther) Worms

O Lutherdenkmal (Memorial de Luther)

 

Outra praça da cidade é a Obermarkt. Nesta praça movimentada da cidade fica a “Roda da Fortuna”, uma escultura enorme de uma roda de bronze. Na frente mostra os principais eventos da história da cidade e na parte traseira mostra cenas da vida cotidiana do público.

A Marktplatz é a praça mais importante da cidade. Lá você encontrará a prefeitura construída em 1958, a Gerechtigkeitsbrunnen (Fonte da Justiça), construída em 1788 e a igreja protestante, Dreifaltigkeitskirche, construída em 1725. Nessa praça existe uma feira três vezes por semana. Vale um passeio demorado por ela.

A Catedral (Kaiserdom St. Peter) é a coroa da cidade. Belíssima! Esta catedral em estilo romântico tardio do século XII foi construída por cima das fundações da pequena catedral do bispo Burchard (1000- 1025). Junto com as catedrais de Mainz e Speyer, é uma das três “catedrais imperiais” do Reno.

Detalhes que valem a pena ver são o portal imperial romanesco no norte da catedral, o portal gótico adornado com painéis de pedra com motivos bíblicos, e a capela de St. Nicholas.

Dentro da catedral você irá admirar o grande altar criado pelo mestre construtor barroco Balthasar Neumann.

Em um calabouço embaixo do coral, membros da importante família Salier estão enterrados.

A catedral de Worms

A catedral de Worms

A Catedral de Worms e a Fonte de Siegfried

A Catedral de Worms e a Fonte de Siegfried

A “Roda da Fortuna”, na Obermarkt

A “Roda da Fortuna”, na Obermarkt

Worms Estátua de um dragão da lenda, nos parques da cidade

Estátua de um dragão da lenda, nos parques da cidade

Worms Interior da catedral

Interior da catedral

Worms Pia batismal da catedral de Worms (século XII)

Pia batismal da catedral de Worms (século XII)

Worms Dominikanerkloster St. Paulus

Dominikanerkloster St. Paulus

Worms

O Monumento ao Trabalhador de couro que lembra no final do século XIX e início do século XX, uma época em que a cidade viveu um período de prosperidade econômica, que foi predominantemente devida a indústria do couro.

 

A atração principal da cidade é o Stadtmauer mit Bürgerturm. Desde o ano 900 a cidade era muito bem fortificada. Em cerca 1200 as muralhas foram renovadas, e torres e um portão foram adicionados. Grande parte dessa fortificação medieval sobreviveu até os dias atuais, por exemplo, o portão de Andreas atrás da catedral, perto da Judengasse e na Torturmplatz (praça da torre do portão).

Em 2001 foi inaugurado o Nibelungen Museum (Museu dos Nibelungos) na Bürgerturm.

O Nibelungen Museum abre das 10:00-17.00. Ingressos a €3,50 para crianças e estudantes e €5,00 para adultos.

Não deixe de visitar o Alter Judenfriedhof, o antigo Cemitério Judeu “Heiliger Sand” (Areia Sagrada) é o cemitério judeu mais antigo e mais bem preservado da Europa. De 1076 até os dias atuais, mais de 2000 lápides foram preservadas. As lápides mais famosas, que datam do ano de 1307, são do judeu mártir Rabbi Meir de Rothenburg, que nasceu em Worms, e do seu estudante Alexander ben Salomon Wimpfen Süßkind. Aberto diariamente e a entrada é grátis.

Alter Judenfriedhof Worms

Alter Judenfriedhof

Worms Stadtmauer mit Bürgerturm

Stadtmauer mit Bürgerturm

Worms Stadtmauer mit Bürgerturm

Stadtmauer mit Bürgerturm

Worms O Brückenturm

O Brückenturm

Worms

Foto promocional do Museu dos Nibelungos, onde, nas férias de verao acontecem festivais, teatros sobre a lenda. As crianças participam fantasiadas

Worms

Vamos matar um dragão? Foto promocional do Museu dos Nibelungos, onde, nas férias de verao acontecem festivais, teatros sobre a lenda. As crianças participam fantasiadas

 

Mais sobre a Alemanha, suas cidades e suas atrações, veja aqui.

Loja do Por que não? Travels com roteiros e guias à venda, veja aqui.

Roteiros personalizados para toda a Europa, clique aqui.

Curta a página do Por que não? Travels no Facebook clicando aqui.

Veja as fotos do Por que não? Travels no Instagram.

Siga as informações do Por que não? Travels no Twitter, @alemanhapqnao.