TGV Image Banner 728 x 90
Quem estiver em Berlim entre 03 de março a 01 de setembro de 2013 não pode perder esta incrível exposição.Ela mostra a única réplica perfeita que existe no mundo do túmulo do faraó menino, Tutancâmon, um dos tesouros mais fascinantes da história da humanidade.

A exposição oferece, pela primeira vez em 87 anos, a oportunidade de visitar o túmulo no seu tamanho original, como foi descoberto pelo arqueólogo inglês Howard Carter, em 1922 no Vale dos Reis, tudo nos mínimos detalhes.

Cerca de 1000 peças foram produzidas fielmente! Muitas peças de ouro, tecidos, mobílias, armas e textos sagrados que revelaram muito sobre o Antigo Egito, estavam no túmulo de Tutancâmon.

Tivemos a chance de visitá-la em Munique, quando morávamos lá, e foi como se estivéssemos dentro de uma pirâmide! É tão rico em detalhes que impressiona. Vale a pena. Uma verdadeira aula de história!

Ingressos: de 16,- a 19,- euros por pessoa.

É bom reservar o dia e horário: http://www.berlin.de/tickets/suche/detail.php?id=690625#

A exposição acontece na Arena Berlim, na Eichenstrasse 4, das 10:00-18:00 todos os dias.

Para chegar lá pegue ônibus números: 265, N65 ou o 347.

Para ver horáros dos ônibus, rotas e estaçoes: http://www.vbb.de/de/index.html

Tutu1

Quem foi Tutancâmon ?

Tutancâmon foi um faraó do Antigo Egito e assumiu o trono quando tinha 12 anos.
Morreu em 1324 a.C, aos dezenove anos. Como era muito jovem quando morreu, seu túmulo não foi tão suntuoso quanto o de outros faraós, mas o que mais fascina na sua história é que seu túmulo foi uma das raras sepulturas encontradas intactas.

A “maldição” do faraó:

Diz a lenda que o faraó Tutancâmon lançou uma suposta maldição ou praga de morte, contra aqueles que pertubassem seu descanso eterno.

Pois bem, Lorde Carnarvon, grande patrocinador das escavações do arqueólogo Howard Carter, morreu, no Cairo, antes de ver o sarcófago de Tutancâmon. O interessante é que, no momento de sua morte, teve uma pane elétrica na capital egípcia, sem explicação aparente, e que o cão do lorde teria uivado e caído mortinho, no mesmo momento, só que lá na Inglaterra. Sinistro…

Os jornais da época fizeram o maior estardalhaço, e no mês seguinte, houveram mais mortes: um meio irmão do lorde, a enfermeira do lorde, seu médico particular e outros visitantes do túmulo do faraó, morreram. Até a canário de Carter foi engolido por uma serpente, animal este que, se acredita proteger os faraós dos seus inimigos.

Bem, o único que se livrou da “maldição” foi Howard Carter, que faleceu 17 anos depois.

É só uma lenda…