Eurostar_ Image Banner 728 x 90

 

Sem dúvida nenhuma um dos castelos mais românticos e lindos da Alemanha é o Wartburg, uma incrível fortaleza que é o destaque principal da linda e histórica cidade de Eisenach, na região leste da Alemanha.

A cidade de Eisenach foi fundada no século XII e vários acontecimentos e personalidades se destacaram na cidade.

Certa vez, Goethe descreveu a paisagem em torno de Eisenach como “um lugar simplesmente magnífico”. E estava absolutamente certo. Toda a região é cercada pela Floresta da Turíngia, um lugar encantado!

Foi em Eisenach o lugar onde Martinho Lutero viveu sua infância e mais tarde, escondido no castelo de Wartburg, traduziu o Novo Testamento para a língua alemã. O grande compositor clássico Johann Sebastian Bach nasceu na cidade e uma linda estátua em sua homenagem é destaque em uma das belas praças da cidade.

Aliás praças são muitas na cidade com destaque para a Marktplatz, a praça do mercado, com a imponente Georgenkirche (Igreja de St.George) e a Rathaus (prefeitura) em estilo barroco.

Na parte mais antiga de Eisenach, uma coleção de casas em estilo enxaimel e a Lutherhaus (Casa de Lutero) são um convite à explorar esta linda cidade.

Eisenach também tem uma forte tradição automobilística que remonta a mais de 100 anos. Um incrível museu, o Automobile Welt Eisenach, conta como tudo começou.

Centro antigo de Eisenach com suas casas típicas

Centro antigo de Eisenach com suas casas típicas

Estátua em Homenagem à Bach

Estátua em Homenagem à Bach

Lutherhaus, casa onde Lutero viveu quando criança

Lutherhaus, casa onde Lutero viveu quando criança

Vista do castelo: a cidade de Eisenach e a Floresta da Turíngia

Vista do castelo: a cidade de Eisenach e a Floresta da Turíngia

 

Castelo de Wartburg:

O castelo de Wartburg é um dos castelos mais famosos e populares da Alemanha, e é Patrimônio Mundial da UNESCO. Foi construído em 1067 pelo poderoso duque da Turíngia, Ludwig, der Springer.

Ao longo dos séculos testemunhou muitos momentos importantes na história da cultura alemã. Serviu de refúgio para Martinho Lutero entre 1521 e 1522, período que traduziu o Novo Testamento do latim para a língua alemã, e de inspiração para Goethe, em 1777 para um de seus poemas.

Antes disso, o castelo serviu de lar para a doce Isabel da Turíngia entre os anos de 1211 e 1227, mais tarde ela virou Santa Isabel da Hungria.
Isabel da Turíngia, princesa do Reino da Hungria, casou-se com o duque Ludwig IV da Turíngia, soberano de um dos feudos mais ricos do Sacro Império Romano-Germânico.

A história do casal é emocionante: Isabel foi enviada com a idade de 4 anos para ficar noiva de Ludwig IV que tinha 11 anos. O noivado se realizou no castelo de Wartburg, mas o casamento só foi realizado quando Isabel tinha 13 anos.

Durante este tempo de convivência no castelo, antes do casamento, Isabel e Ludwig se apaixonaram e tinham uma cumplicidade única, o que irritava a mãe de Ludwig IV, a duquesa Sofia e os dois irmãos de Ludwig.

Isabel e Ludwig tiveram 3 filhos e Isabel sempre fora influenciada pela espiritualidade franciscana. Era uma pessoa boa, sem intensão de maldade. Quis viver na pobreza voluntária total, mas, como era casada com um duque soberano, isso estava fora de seu alcance.

Algumas vezes, levava comida do castelo para os pobres debaixo de seu manto, às escondidas.

Certa vez, encontrando-se com seu marido nos corredores do castelo carregando comida em seu manto, o marido notou que ela estava com o corpo contraído para frente e quis saber o que estava debaixo de seu manto. Isabel, um pouco assustada, não disse nada. Seu marido abriu seu manto e nada achou além de belas rosas vermelhas e brancas, embora não fosse época das flores. O marido apanhou uma das rosas, que guardou pelo resto de sua vida.

Como sua sogra, a duquesa Sofia, sofria de um ciúmes doentio por Isabel, em outra situação, a duquesa viu Isabel acolher em seu próprio leito um leproso e imediatamente avisou seu filho, Ludwig. Ludwig correu para o quarto de Isabel e diz a lenda, que “os olhos de sua alma só conseguiram ver a imagem de Cristo crucificado”.

Esta e outras lendas sobre Isabel, são contadas na visita guiada que o castelo oferece aos seus visitantes, passando pelo quarto de Isabel, o famoso corredor onde o marido perguntou à Isabel sobre o que teria por debaixo de seu manto, e muito mais. Vale a pena!

A partir deste episódio no quarto de Isabel, Ludwig começou a apoiar e auxiliar sua amada esposa em suas grandes obras de caridades, sob os olhares aterrorizados de sua mãe e de seus irmãos, que odiavam Isabel mais ainda.

Durante as cruzadas, acompanhando seu querido amigo, o imperador Frederico II, Ludwig IV veio a falecer de peste. Isabel soube da morte do marido alguns dias depois de ter dado à luz ao terceiro filho do casal. Isabel ficou devastada com a notícia.

Para se aproveitarem de toda a situação, os irmãos de Ludwig expulsaram Isabel e os 3 filhos do castelo, no inverno, sem dinheiro ou comida e ainda, proibiram o povo da cidade de Eisenach de ajudar Isabel e os filhos.

Uma tia de Isabel, Abadessa de um convento, sabendo do acontecido, resgatou Isabel e seus filhos e os levou para o convento.

Durante sua estadia no convento, triste pela morte do marido e um pouco doente, Isabel transferiu a educação de seu 3 filhos aos parentes mais chegados à ela e como desejo, quis se tornar uma freira, onde tomou o hábito da Ordem Terceira de São Francisco.

Isabel morreu em 1231, aos 24 anos. Antes de morrer, Isabel, auxiliada por cavaleiros fiéis a Ludwig IV, conseguiu seus bens e propriedades de volta e sendo ameaçados, os irmãos de Ludwig pediram perdão de joelhos à Isabel, que claro, como qualquer boa pessoa e abençoada que era, os perdoou.

O filho mais velho de Isabel e Ludwig IV foi criado no castelo para ser o próximo duque.

Com seu dinheiro, Isabel construiu um hospital em honra a São Francisco de Assis, mas sempre viveu o resto de seus dias pobre a ajudando o povo.

Foi canonizada em 1235 pelo papa Gregório IX.

Por ocasião de seus 700 anos de nascimento, em 20 de novembro de 2007, a Cidade do Vaticano, fez uma emissão de selos postais em comemoração ao evento, com mais de 300 mil série completas.

O castelo de Wartburg é fantástico e sua visitação acontece de abril a outubro das 8:30-17:00 e de novembro a março das 9:00-15:30. Visitas guiadas pelo castelo em inglês acontecem somente às 13:30, todos os dias.
Ingressos a 9,00 euros por adulto e 5,00 euros para crianças e estudantes.

Salão dos Cavaleiros, o primeiro à esquerda é Ludwig, der Springer

Salão dos Cavaleiros, o à esquerda é Ludwig, der Springer

Wartburg 03

Salão dos Cavaleiros

Salão dos Cavaleiros

Quarto de Isabel da Turíngia: em 1902 foram colocados em todas as paredes deste quarto, mosaicos magníficos contando a história da vida de Isabel. Emocionante.

Quarto de Isabel da Turíngia: em 1902 foram colocados em todas as paredes deste quarto, mosaicos magníficos contando a história da vida de Isabel.

Festsaal, impressionante salão do castelo

Festsaal, impressionante salão do castelo

Vista de uma das janelas do castelo. Ao fundo a cidade de Eisenach

Vista de uma das janelas do castelo. Ao fundo a cidade de Eisenach

Um dos quartos do castelo

Um dos quartos do castelo

Quarto em que ficou Martinho Lutero nos 10 meses que permaneceu no castelo traduzindo o Novo Testamento do latim para o alemão

Quarto em que ficou Martinho Lutero nos 10 meses que permaneceu no castelo traduzindo o Novo Testamento do latim para o alemão

Vista de uma das janelas do castelo

Vista de uma das janelas do castelo

Pátio interno do castelo com a Bergfried, torre quadrada com uma cruz no alto. Esta torre foi restaurada como a original no século XIX

Pátio interno do castelo com a Bergfried, torre quadrada com uma cruz no alto. Esta torre foi restaurada como a original no século XIX

Wartburg 04

Wartburg 17

Mais sobre a Alemanha, suas cidades e suas atrações, veja aqui.

Loja do Por que não? Travels com roteiros e guias à venda, veja aqui.

Roteiros personalizados para toda a Europa, clique aqui.

Curta a página do Por que não? Travels no Facebook clicando aqui.

Veja as fotos do Por que não? Travels no Instagram.

Siga as informações do Por que não? Travels no Twitter, @alemanhapqnao.