Ana e o Museu Oceanográfico de Mônaco

O museu Oceanográfico de Mônaco foi inaugurado em 1910 pelo  erudito, grande humanista, defensor da paz e patrono das Artes e Ciências, o príncipe Albert I.

Albert I tornou-se notável pelas pesquisas oceanográficas que empreendeu no Mediterrâneo, no Atlântico e no Ártico, tendo fundado o Museu Oceanográfico de Mônaco, que hoje é uma instituição de referência em oceanografia.
Foi pioneiro na investigação científica do fundo do oceano, que resultou diversos trabalhos de grande valor científico sobre a biologia e sistemática da fauna das zonas abissais.

O edifício que abriga o museu é impressionante: elevando-se sobre a face de um penhasco a uma altura de 90 metros, ele demorou 11 anos para ser construído e foram usados 100 mil toneladas de pedras brancas na sua contrução.

O incrível Museu Oceanográfico de Mônaco
Felipe em frente ao museu
Réplica de um submarino que alcançou a profundidade de 100m. Foi importante para as pesquisas de corais vermelhos. O submarino está exposto em frente ao museu

Este fabuloso museu abriga exposições e coleções de várias espécies da fauna marinha (estrelas do mar, cavalos-marinhos, tartarugas, águas-vivas, caranguejos, lagostas, arraias, tubarões, ouriços-do-mar, pepinos do mar, enguias, lulas, etc).
O museu também inclui uma grande variedade de objetos relacionados com o mar, incluindo modelos de navios, esqueletos de animais marinhos, ferramentas, armas, etc. O museu é maravilhoso!!

Marcelo e as crianças em uma das salas de exposição do museu. Nesta sala, um polvo gigante fica suspenso no teto. Incrível!!!
A fantástica sala com o polvo no teto
Escadarias do museu: fotos do casamento do príncipe Albert II , estão espalhadas pelas paredes do museu.
Fotos do casamento real
Eu e a Ana pertinho do vestido de noiva da princesa Charlène
Esqueleto de uma baleia em exposição
Roupa de mergulho do começo do século XX
Maquete de laboratório que ficava dentro de um dos navios de pesquisa do príncipe Albert I

Um aquário localizado no porão do museu mostra uma grande variedade de flora e fauna.
O aquário exibe mais de 6 mil espécimes pertencentes a 400 espécies de peixes e 200 espécies de invertebrados dos mares Mediterrâneo e tropical.
Estes animais são mostrados em seus magnificamente recriados ambientes naturais em mais de 90 tanques reconstruídos fielmente a imagem dos diferentes ecossistemas marinhos. É impressionante!!!

Recifes de corais vivos são a grande atração deste aquário.
O aquário de Mônaco sempre foi um precursor na exibição e manutenção de corais vivos. Hoje, as técnicas desenvolvidas pela equipe do aquário levaram a produzir mais de 70 espécies de corais nos andares subterrâneos do museu, reduzindo assim, a necessidade de coletar amostras em estado selvagem e até mesmo, abrindo a possibilidade de repovoamento em áreas empobrecidas.

A festa de casamento do príncipe Albert II com a sul-africana Charlène foi comemorada em uma das lindas salas do museu.
Uma exposição sobre todos os detalhes do casamento real (fotos, o vestido da noiva, enfeites usados no casamento, a porcelana e cristais do jantar, lembracinhas do casamento, etc) podem ser vistos pelo visitante. Um luxo.
Na lojinha do museu até a réplica das taças usadas pelos noivos no brinde estão à venda. Duas taças por 75,00 euros.

Um terraço oferece vistas maravilhosas da cidade. Não percam!!
O museu abre diariamente de outubro a março das 10:00-18:00; de abril a setembro das 9:30-19:00 e nos meses de julho e agosto das 9:30-19:30.
O museu está fechado quando acontece o Grande Prêmio de Fórmula 1 de Mônaco.

Ingressos: 12,50 € adultos e 6,00 € crianças e estudantes.

Eu no lado do carro usado pelo cortejo real no dia do casamento
Eu e o casal real
Uma das lembrancinhas do casamento oferecido aos convidados
Flores que enfeitaram o casamento
Convite de casamento (somente no religioso)
Réplicas das taças do casamento: 75,00 euros